sábado, 31 de outubro de 2015

Especial Halloween - Creepypastas

Duas Faces 

Você chegou em casa do treino. Está cansado, suado e precisa urgentemente de um banho. Então você vai ao banheiro, tira a roupa e se joga embaixo do chuveiro. Rapidamente o vidro do espelho e do boxe se embaça – até aí normal, certo? Certo.

Porém, aqui vai uma dica: se você começar a ouvir uma melodia estranha, baixinha e lenta (e até mesmo tranquilizante), está na hora de ligar o alerta vermelho. Você pode fazer qualquer coisa – cantar, gritar, dançar –, exceto tentar descobrir que diabo está acontecendo. Afinal, é disso que se trata a creepypasta de Duas Faces.

Se você ouve a música e tenta ver o que está do outro lado do boxe, provavelmente verá um vulto. Durante um segundo, você pode até pensar que se trata de sua mãe – será que ela veio pegar a toalha de rosto pra lavar? Torça para não estar errado, pois, se você ver o vulto, provavelmente passará a mão no boxe para desembaçar o vidro e ver que realmente está ali…

E, provavelmente, no segundo seguinte, estará cara a cara com uma velha, cuja pele do rosto estará descolando: ela sussurrará “duas faces” e, no instante seguinte… Tudo escuro. Você terá desmaiado, sofrido choques térmicos ou paralisia facial. Tudo bem, em alguns casos é reversível. Mas se o seu não for… Bem, sinto muito.

Se você passou pela experiência e está aqui para contar a história, não fique muito animado. O que se diz sobre a velha que aparece é que ela foi atrás de você por um único motivo: precisa de uma nova face. Se ela não conseguiu a sua de primeira, tentará outras vezes. Não se admire se continuar a ouvir a melodia estranha sair pelo ralo de seu banheiro, ou se ver o vulto da velha sempre que for escovar os dentes. Ela estará à espreita até conseguir o que tanto quer.


A Expressão

Talvez essa seja uma das mais assustadoras justamente por ser tão simples e, ao mesmo tempo, tão macabra. O que se diz é que, em 1972, uma mulher apareceu em um hospital com sua rouba branca suja de sangue. Ora, não há nada de errado nisso, você deve estar pensando. Verdade: encontrar alguém coberto de sangue chegando a um hospital pode causar certo espanto, mas não é a coisa mais anormal do mundo… A não ser que essa pessoa não tenha uma face humana.

Exatamente: a mulher de que falamos se encaixa nessa exceção. Seu rosto era exatamente igual ao de um manequim, porém mais macabro e assustador. Os olhos eram tão artificiais que davam calafrios. Seus dentes eram impossíveis de se ver, pois a mandíbula estava presa de tal forma que a boca não se movia.

Bem, fazer o quê? Os médicos tiveram de seguir com os procedimentos padrões, mesmo que aquela paciente causasse arrepios. Encaminharam-na para um quarto, onde ela se manteve quieta, calma e calada. Tão calada que não respondeu a qualquer pergunta, nem mesmo ao policial que viera investigar o que acontecera para ela estar ali naquelas condições.

No dia seguinte, quando tentaram sedá-la, a paciente misteriosa abandonou toda a calmaria: nem mesmo dois membros da equipe conseguiram segurá-la. Ela se levantou, ainda com aquela expressão bizarra de manequim no rosto, e olhou para o médico. Fez algo mais macabro ainda: sorriu. Como não era normal, obviamente já imaginamos que seus dentes não eram normais. Todos eram brancos, longos e afiados. O médico a encarou e perguntou: “What the hell are you?” (Que diabos é você?). O que obteve como resposta? A estranha paciente avançou sobre seu pescoço, rasgando sua jugular.

Antes que ele morresse engasgado no próprio sangue, ela aproximou-se de seu ouvido e sussurrou: “I… am… God” (Eu sou Deus). Havia uma equipe com dez pessoas na sala, mas apenas uma médica sobreviveu. Se você quiser perguntar a ela sobre a estranha paciente, sugiro que tente em um dos diversos hospitais psiquiátricos para os quais ela foi enviada e transferida após a tragédia.

1999

Essa Creepypasta conta a jornada de Elliot, um blogueiro canadense que começou a investigar um misterioso canal de TV que funcionava apenas das 16 às 21 horas. Ao longo de suas investigações, ele descobriu o rapto de crianças para fins de sacrifício além de assassinatos chocantes que eram relacionados a emissora.

Elliot ficou horrorizado com os programas que eram exibidos naquela espécie de ”TV Pirata”. Em um deles para se ter uma ideia, crianças eram mortas a tesouradas e em outro um maníaco vestido de Urso torturava e assassinava crianças ao vivo.

O Grifter

Essa lenda surgiu no site 4chan. Provavelmente essa deve ser a lenda mais famosa criada pelo site. O assustador vídeo “The Grifter” é dito como amaldiçoado.
Dizem que quem assistí-lo passará por uma experiência de redenção da alma, mais aterrorizante do que qualquer coisa que se possa imaginar.
De acordo com a lenda algumas pessoas que assistiram o vídeo foram encontrados mortas em suas casas, com apenas uma coisa em comum: uma estranha boneca, escondida em algum lugar de suas residências.


Créditos:  mundoestranho e fatosdesconhecidos


FELIZ HALLOWEEN!

Nenhum comentário:

Postar um comentário