domingo, 20 de setembro de 2015

Demônios - Moloque

Moloch ou Moloque na tradição bíblica, é o nome do deus ao qual os amonitas, uma etnia de Canaã (povos presentes na península arábica e na região do Oriente Médio), sacrificava seus recém-nascidos, jogando-os em uma fogueira. Também é o nome de um demônio na tradição cristã ecabalística.


Segundo as escrituras os povos amorreus por volta de 1900 a.C. adoravam a Moloque. Há quem diga que nos rituais de adoração havia atos sexuais e sacrifícios de crianças. Estas eram jogadas em uma cavidade da estátua de Moloque, onde havia fogo consumindo assim a criança viva. Ele era, ao mesmo tempo, um fogo purificador, destruidor e consumidor. A aparência de Moloque era de corpo humano com a cabeça de boi ou leão, no seu ventre havia uma cavidade em que o fogo era aceso para consumir sacrifícios. Muitos povos adoravam a Moloque porém com o fortalecimento do povo Hebreu e de outros reinos, estes povos foram desaparecendo, deixando o costume de adoração a Moloque.

Pelas ordens de Deus dadas ao povo hebreu através de Moisés, era proibido, expressamente, a adoração a Moloque, bem como também o sacrifício de crianças a ele, sendo este severamente punido (Lv 20,2-5).
Moloque era conhecido também com Malcã. Os gregos antigos identificaram este deus cananeu, adorado pelos cartagineses com sacrifícios de bebês, com Cronos.

A palavra Moleque é uma palavra africana proveniente do noroeste da Angola, onde tribos que adoravam Moloque, colocavam o nome de moleque ou moleka, em crianças que estavam destinadas ao dêmonio Moloque.

Um vídeos sobre os sacrifícios ao Moloque:



Créditos: averdadeestampada

** Em um episódio de Paranormal Witness (episódio 3 da 4 temporada) a história gira em torno de uma família que compra uma casa e com o passar dos dias percebem que a casa está mal assombrada, nesse episódio podemos ver o Moloque.

Nenhum comentário:

Postar um comentário