sábado, 28 de fevereiro de 2015

8 Cemitérios Bizarros pelo Mundo

Cemitério Okunoin – Japão

O cemitério de Okunoin, no Japão, pode ser um local belo com seus templos, estátuas budistas e árvores ancestrais, porém também pode ser um tanto assustador. Supostamente ali está enterrado Kobo Daishi, o fundador do Budismo Shingon – e lendas dizem que ele vai ressuscitar junto com os seus seguidores.

Além disso, o cemitério está repleto de estátuas de Jizo, um pequeno monge que morreu ainda criança. Por isso, muitos pais que perderam seus filhos vão ao cemitério de Okunoin e vestem essas estátuas, colocando pequenas roupas sobre elas para simbolizar o luto pelos filhos. Também há por lá pilhas de lápides sobrepostas, que pertencem às pessoas que não tinham familiares nem amigos e que por isso foram aglomeradas em um só espaço, para ficarem juntas pelo menos na morte.


Penhascos do Suicídio – Ilhas Marianas

Esse não é exatamente um cemitério, porém um local onde mais de 1 mil pessoas se suicidaram simultaneamente. Durante a Segunda Guerra Mundial, os americanos tomaram o controle da Ilha Saipan, nas Ilhas Marianas, que até o momento estava sob o domínio do Japão. Os japoneses que viviam lá receberam ordens diretas do Imperador Hirohito para não serem pegos pelos militares ocidentais e foram incentivados a cometer suicídio em nome da nação.

Mais de mil japoneses, incluindo mulheres, crianças e idosos, se lançaram dos penhascos da Ilha Saipan, caindo nas rochas e nas águas logo abaixo, em um dos maiores suicídios em conjunto já vistos. Hoje, o lugar é conhecido como “Os Penhascos do Suicídio”. Ao passar pelo local, existe um templo por lá e dezenas de túmulos para esses japoneses.


Ossuário de Sedlec – República Tcheca

Na República Tcheca, é possível encontrar um ossuário bastante aterrorizante na cidade de Sedlec, com ossos humanos que foram utilizados para decoração da igreja gótica do lugar. Esses ossos foram desenterrados para a edificação da construção no século 14 e por isso foram utilizados para decorar o espaço, que ganhou um ar um tanto sinistro. De acordo com as crenças locais, existem fantasmas no Ossuário de Sedlec, porém eles são divertidos e só gostam de pregar peças nos visitantes.


Cemitério de La Noria – Chile

La Noria é uma cidade abandonada no Chile, local em que dezenas de pessoas trabalhavam nas minas da região – o local possui uma história conturbada que envolve abusos e trabalho escravo. Por ser um lugar praticamente esquecido pelo tempo, vários túmulos do cemitério estão abertos, estranhamente violados, com os ossos expostos e lápides caindo aos pedaços, o que confere um visual assustador. Os locais dizem que quando o sol se põe, não é muito sensato vagar pelas ruas de La Noria.


 Cemitério Greyfriars Kirkyard – Escócia

Esse é tido como o lugar mais assustador de toda a Escócia – e pode ser encontrado em plena capital do país, na região central de Edimburgo. De acordo com as pessoas das redondezas, o local possui atividades paranormais constantes atribuídas ao espírito de George Mackenzie, que foi enterrado no cemitério em 1691.

Trata-se de um espírito violento que pode (segundo as lendas) ferir as pessoas que passam por ali com arranhões e mordidas. Isso não parece assustar muitos, pois, devido à fama do Greyfriars Kirkyard, o cemitério se tornou um ponto turístico – e existe até um Tour Fantasma. É claro que muitas pessoas que fizeram esse tour já relataram terminar o passeio e observar estranhas marcas pelo corpo, que não estavam na pele antes.


Capela dos Ossos – Portugal

Assim como o Ossuário de Sedlec, a Capela dos Ossos de Portugal é um lugar com centenas de ossos humanos cuidadosamente posicionados. Já na entrada do santuário, localizado nas proximidades de um cemitério, podemos conferir a seguinte mensagem: “Nós, ossos que aqui estamos, pelos vossos esperamos” – sinistro. É estimado que existam aproximadamente 5 mil caveiras na Capela dos Ossos.


Vale dos Reis – Egito

Esse é um verdadeiro lugar histórico em que dezenas de faraós e nobres poderosos do Egito foram enterrados em tumbas com os seus tesouros. Muitas dessas tumbas foram violadas por ladrões e tiveram os seus tesouros roubados, por isso existem lendas de espíritos que se vagam pelo Vale dos Reis atrás de vítimas para se vingar. Apesar disso, deve ser um local histórico interessante para se conhecer, não?


Catacumbas de Paris

As Catacumbas de Paris fazem parte de um extenso ossuário que se estende pelos túneis subterrâneos da capital francesa. Apesar das maiores igrejas de Paris possuírem cemitérios próprios, devido ao crescimento da cidade, ossos de várias gerações foram acumulados, sendo que as igrejas não podiam mais guardar essas ossadas.

Por causa da lotação, as catacumbas foram criadas para liberar espaço nos cemitérios da capital. No mínimo, deve ser um pouco assustador andar por túneis e mais túneis forrados por caveiras (calcula-se que as catacumbas contenham aproximadamente 5 milhões de pessoas enterradas). Hoje, esse é um ponto turístico bastante famoso.


Créditos: megacurioso

Nenhum comentário:

Postar um comentário