sábado, 25 de outubro de 2014

Annora Petrova

Para: Breeiceq@--------- .com
Assunto: POR FAVOR BREE LEIA ISSO, NÃO APAGUE!

Eu sei que você me odeia, mas nós já fomos melhores amigas uma vez e preciso que você leia isso. Acho que estou com sérios problemas e não há nada que você possa fazer, mas eu preciso que você leia isso para você entender. Eu sei que nós não conversamos desde as eliminatórias. Isso vai durar para sempre, mas o que aconteceu não foi culpa minha. Pelo menos não inteiramente minha. Eu sei que todo mundo acha que foi, mas eu nunca faria nada para te machucar. Sei que tudo isso vai parecer loucura, mas eu preciso te dizer isso para que pelo menos alguém saiba o que realmente aconteceu.



Tudo começou quando estávamos na 8ª série, na noite antes da competição Cristal Classic. Eu estava em casa e não conseguia dormir porque estava muito nervosa quanto aos concorrentes. Bem, eu havia ganhado um computador novo e tentava navegar na internet, mas depois de conectar, eu não conseguia me concentrar em nada, eu só fiquei sentada lá, então eu resolvi fazer umas pesquisa aleatórias. Eu nunca deveria ter feito isso Bree. No começo eu encontrei apenas todas aquelas coisas habituais que você encontra quando googleia a si mesmo; mas então eu encontrei um link para uma página da Wikipedia sobre mim. Eu primeiramente pensei que foi o meu pai que fez isso. Não havia muita coisa lá, apenas alguns fatos básicos sobre patinação, a cidade em que eu morava, mas a única coisa que realmente me pegou foi que lá dizia que eu havia ganhado o Cristal Classic daquele ano.

Eu ri. Tinha certeza de que alguém só havia feito aquilo para me encorajar. Até confrontei o meu pai sobre isso, mas ele negou. Quando eu ganhei o concurso no dia seguinte, eu fiquei tão feliz. Aquela foi a primeira competição que eu havia ganhado e me sentia tão bem. Lembro como eu passei a me esforçar mais depois disso. Foi quando meus pais contrataram Sergei para me treinar. Você deve imaginar o quanto isso deve ter custado. Depois disso eu passei a sempre verificar a minha página antes de cada competição e ela sempre dizia em qual posição eu ficaria. Ela disse que eu iria ganhar os regionais, e tudo se cumpriu. Depois disso Sergei convenceu a minha mãe e o meu pai que eu tinha realmente uma chance nos Jogos Olímpicos. Foi quando eles me tiraram da escola.

Eu patinava todos os dias mas não estava progredindo da maneira que Sergei disse que precisava se eu quisesse ganhar o campeonato. Eu me esforcei tanto e estava tão patinando bem mas ainda assim Sergei disse que eu não era boa o suficiente. E então as eliminatórias chegaram. Eu só conseguia pensar em ganhar e então fiz algo que não deveria ter feito. Todo mundo estava dizendo que você era a favorita e eu me sentia como se já tivesse perdido a competição, então fiz uma conta na Wikipedia e tentei editar a página colocando que eu venci. O estranho é que quando eu tentava atualizar a página, tudo o que dizia era: "Annora Petrova é uma vadia egoísta que vai ter o que merece".

Eu fiquei devastada. Foi por isso que eu parecia tão triste no dia seguinte. Eu estava em uma espécie de transe naquele dia. Eu me lembro de ter visto a sua apresentação e ver sua lâmina se desprender, e a última coisa que eu lembro é de estar no chão e meu rosto estar coberto de sangue. Então eles disseram que era minha culpa, porque eu estava com os seus patins mais cedo. Bree, eu sinceramente não fiz nada com os seus patins; eu, eu queria ganhar, mas eu não faria nada para te machucar. Quando eles me disseram que eu estava banida da competição e de outras futuras, todo mundo disse que eu tive o que merecia. Ninguém sequer quis ouvir o meu lado da história.

Eu acho que você ouviu dizer que Sergei me abandonou depois disso. Ele disse que eu estraguei tudo. Ninguém mais falava comigo. Você sabe o que é ser ignorada por todos? E, em seguida, a página ficou pior. Sempre que eu verificava, ela sempre dizia coisas horríveis sobre mim. Eu não posso nem mesmo citar a metade delas, a linguagem era tão chula e vil. Eu chorava toda vez que eu a lia, mas eu não conseguia parar de ler. Eu sabia que tinha que fazer alguma coisa, então fiz uma denúncia para a Wikipedia, mas eles afirmaram não saber de nada sobre página alguma. Eu estava sozinha em casa naquela sexta-feira à noite e eu decidi dar uma olhada para ver se já havia sido deletava. Ela ainda estava lá, só que desta vez ela dizia: "Annora Petrova é uma orfãzinha patética." Eu entrei em pânico. Eu tentei ligar para os meus pais, mas cada vez que eu chamava, tudo o que eu ouvia era uma risada cruel do outro lado. Devo ter ligado uma centena de vezes, até que por fim, a risada se foi.

Após o acidente, pedi para a polícia checar os telefones, mas não havia qualquer registro das minhas chamadas naquela noite. Eu estava devastada. Naquela época eu fiquei ocupada com treinos e tarefas para casa e nunca percebi o quão sozinho eu estava. Eu sei que você tentou se reaproximar, mas eu estava tão deprimida e com raiva que estraguei qualquer chance de voltarmos a sermos amigas novamente. Depois que fiz 18 anos e recebi uma certa quantia em dinheiro da pensão, eu vim para a Suíça. Eu resolvi seguir em frente. Minha patinação começou a decolar. E não tinha passado um ano e tudo aquilo que aconteceu parecia estar no passado. É por isso que eu não deveria ter feito isso, Bree. Estou escrevendo agora de um antigo hotel de Praga. Estou fazendo testes para o Ice Circus amanhã. Eu sei que esse é o tipo de coisa do qual normalmente tiraríamos sarro, mas eu realmente quero isso. Eu estava me sentindo tão nervosa que recorri à um velho hábito: acessei a minha página na Wikipedia. É difícil dizer isso, mas quando eu chequei a página para ver se tudo daria certo amanhã, tudo o que dizia era: "Annora Petrova morreu sozinha e sem amigos" e tinha a data de hoje listada como a data da minha morte. Eu estou chorando tanto que eu mal consigo terminar de escrever isso. Eu só queria que você soubesse a verdade. Por favor, acredite em mim Bree. Anexei um print da página para que você acredite em mim, está tudo lá, assim como eu te disse. Eu não sei o que fazer. Eu não conheço ninguém aqui e ninguém fala Inglês. Ainda estou atualizando a página.

Meus Deus, eu continuo atualizando, mas nada mudou, e eu estou esperando até chegar a meia-noite. Eu não sei o que fazer e então me tranquei no meu quarto. Falta apenas alguns minutos para a meia-noite. Tudo que posso fazer é continuar atualizando a página. Estou exausta, mas não consigo e nem devo parar. Eu tenho medo de deixar o computador antes de descobrir o que vai acontecer.

Créditos: creepypastasmacabras

Nenhum comentário:

Postar um comentário