domingo, 14 de setembro de 2014

Nobuo's Workshop

  Antes de começar, eu devo dizer que essa é uma experiência real. Esse site realmente existe, e eu queria não ter encontrado nada do que está lá.
  Era uma noite de sexta feira, e eu estava finalmente livre de todas minhas aulas da universidade. Pensei em ficar acordado até tarde e traduzir algumas músicas de Yasuyuki Okamura. Estava procurando por uma cópia da letra de "Achi-Chi-Chi", já que muitos sites de letras de músicas em japonês colocam as letras em arquivos flash para que ninguém copie, devido a restrições de copyright japonesas. Mas eu já estava acostumado com isso.
  Depois de pesquisar "ア・チ・チ・チ 岡村靖幸 歌詞" e de revirar várias páginas, achei um site que tinha o primeiro verso da música em sua descrição que aparece no Google. Animado, cliquei no link, encontrando uma pequena lista de datas e a foto de algumas garotas em aula.O japonês da página era bem formal.

2012/1/11: O site está pronto.
2012/1/12: O código está completo. Agora, continuarei fazendo músicas.
2013/1/1: É um novo ano. Me lembra de "É uma nova manhã" daquela música de Yasuyuki Okamura, "Achi-Chi-Chi". Eu odeio essa música. Ha ha ha.


  A primeira coisa que pensei foi "Bem, esse cara parece ser um grande babaca". Ainda assim, decidi tentar traduzir o restante da página.

2013/1/2: Eu postei duas músicas.
2013/1/3: Hanako-chan Hanako-chan Hanako-chan Hanako-chan Hanako-chan Hanako-chan Hanako-chan Hanako-chan Hanako-chan.

  Isso realmente era tudo que dizia na postagem de março. O texto abaixo da foto das garotas dizia "Hanako-chan é a terceira à esquerda". Eu devo admitir que estava um pouco preocupado nesse ponto, mas já que não haviam mais que 5 páginas no site, achei que seria uma boa idéia dar uma olhada nele.
  Na homepage, vi que o nome do site era "Nobuo's Workshop". Na direita estava um desenho de um sujeito de óculos, aparentemente feliz. Na esquerda, um texto em japonês e em inglês. O texto em inglês dizia: essa é a página pessoal de Nobuo Kiriyama. Eu gosto de desenhar, fazer música e estudar genética. Eu atualizo esse site no dia primeiro de cada mês. Por favor, tenha cuidado.
  Espera aí, "tenha cuidado"? No começo achei que fosse um erro da tradução, mas não, o mesmo estava no texto em japonês. Eu olhei a página "Guestbook", mas era apenas um guestbook normal com o texto "Eu estou ansioso para que você me mande uma mensagem". As outras opções eram "Memória" ou "Música", ambos escritos em katakana e com a palavra em inglês correspondente. Decidi ver "Memória". Dessa vez, havia a foto de uma jovem garota japonesa encostada numa parede, com o texto "Minha namorada, Inoue Hanako-chan". Essa página continha bastante texto, então me preparei para traduzir.

  No meu último ano no colégio, Inoue Hanako-chan estava na minha sala de aula.
  Ela era adorável. Muito educada, muito fofa, muito gentil. Eu rapidamente fiz dela a minha namorada.
  Eu constantemente tirava fotos dela. Eu tenho uma grande quantidade dessas fotos... Hanako-chan na escola, Hanako-chan no shopping, Hanako-chan dormindo... Ela sempre sorria. Era maravilhoso.
  Um dia, Hanako-chan parou de sorrir.
  Eu ouvi dizer que seus pais haviam se divorciado. Muitos rumores circulavam. Hanako-chan era minha namorada, então decidi mostrar meu apoio.
  Eu adorava desenhar monstros. Monstros com membros deformados... monstros com bocas escancaradas e sangrentas... Eu desenhei meus melhors monstros para ela. Todo dia, eu colocava um deles em seu armário. Ela realmente gostava deles! Hanako-chan gritava de alegria quando ela abria os desenhos! Eu fiquei bastante feliz... Hanako-chan gostava de monstros tanto quanto eu. Todo dia, eu desenhava cada vez mais monstros. Todo dia, Hanako-chan gritava a plenos pulmões de tanta felicidade. Às vezes, ela até chorava de tão contente.
  De repente, Hanako-chan parou de ir pra escola.
  Eu fiquei muito preocupado. O semestre estava quase acabando. Será que o divórcio dos pais de Hanako-chan tinha sido tão grave? Eu decidi fazer um presente. Baseado no monstro que a fez chorar lágrimas de alegria. O monstro era um rato amarelo, grande e inchado. Esfolado, com uma camada de gordura podre caindo de dentro dele. Eu fiquei animado com a idéia de dar vida a ele.
  Eu comprei um rato de uma pet shop. Levou um fim de semana inteiro, mas eu consegui esculpir o rato na cabana do jardim. Quando estava pronto, enrolei-o em papel de seda e coloquei em uma caixa de presente. Coloquei a caixa em sua varanda.
  Depois disso, eu tive que ir para a escola, então não pude ver sua reação. Acredito, no entanto, que ela adorou.
  Então, Hanako-chan se mudou para outra cidade. Ouvi um rumor de que ela estava tentando fugir de alguém que a perseguia. Não sei quem é esse cara, mas eu vou matá-lo!
  Eu desisti da minha busca por Hanako-chan. Eu ainda a amo, então eu criei esse website. Hanako-chan, você pode ver isso? Você gosta da minha música? É o único meio de mostrar como eu me sinto por dentro.
  Hanako-chan, volte para mim.
  Eu manterei Hanako-chan segura desse perseguidor.

  Quando eu terminei de traduzir essa página, meu estômago estava revirando. Será que Hanako era mesmo a namorada desse cara? Por que ele postaria isso para que todo mundo visse? Onde diabos ele está agora? Pensei um pouco em tudo que eu tinha visto nesse site até agora, e cada parte de meu bom senso gritava para que eu parasse. Mas eu ainda tinha algumas perguntas.
  Eu fui para a última página, "Música". Haviam três faixas disponíveis, e o texto acima delas dizia:
  Eu não gosto mais de nenhum tipo de música. Música não combina mais com o que eu sinto. Eu decidi fazer remixes de faixas felizes. Acho que esses remixes combinam com meus pensamentos.Ouça por sua própria conta e risco. Eu não fiz nada disso para você.
  Ao lado estava uma foto de uma garota sorrindo para a câmera, e abaixo estava escrito "Hanako-chan", repetido várias vezes.
  Eu deveria ter parado aqui. Mas eu decidi ouvir a primeira música, "Abraço". Eu pulei para trás, tamanho foi meu susto. Era algo extremamente alto, e não era exatamente noise music, mas havia o som de vários zumbidos, algo sendo triturado, agitado e o que poderiam ser sinais de rádio. Ouvi toda aquela coisa tentando entender o que diabos era aquilo, e conforme o ruído diminuía de volume, ouvi alguns momentos de uma música em velocidade reduzida ao fundo.
  A segunda faixa era "Nascido para falhar". Havia o som de algo sendo arranhado e de assovios por sobre o som de uma orquestra revertida. Não pude ouvir mais que os primeiros segundos.
  A última música se chamava apenas "Vá embora", e era também a mais curta. Os únicos ruídos que eu pude identificar eram o de algo sendo sugado pelo ralo enquanto moedas tintilavam. Antes que eu pudesse analisar algo mais, o volume abaixou, depois voltou com tudo no mais alto volume possível. Os sons de algo sendo arranhado e de metais caindo queimaram minhas orelhas. Com um ganido, tirei os fones de ouvido, tomando cuidado para não acordar ninguém em casa. A música acabou pouco depois disso.
  Eu senti o começo de uma bela dor de cabeça, e também me senti doente. Eu não tinha certeza do que meu corpo estava tentando fazer. Saí do site e conversei com alguns amigos antes de ir dormir, mas por pura curiosidade, decidi procurar pelo site novamente para ver se era mesmo real. Infelizmente, era real sim, e até o momento em que escrevi isso, o site continuava no ar. Até pensei em escrever algo no guestbook, mas não sei se quero que Nobuo saiba que eu existo.
  Não tenho certeza do que pensar. Eu não tenho idéia de quem são Nobuo Kiriyama e Hanako Inoue, mas pela segurança de Hanako, espero que ela esteja bem longe dele. A única coisa de que eu tenho certeza a respeito disso tudo... é que Nobuo atualiza seu site no começo de cada mês. Apenas o tempo dirá o que ele planeja para o mês que vem.

Fonte: Creepypasta Brasil
~The Undertaker

Nenhum comentário:

Postar um comentário