terça-feira, 15 de abril de 2014

As Mortes Mais Bizarras

Vingança maligna (1998)

Matthew David Hubal estava brincando de esqui-bunda numa montanha da Califórnia com os amigos, quando, às 3 da manhã, trombou de frente com um poste. Detalhe: bem no poste do qual havia retirado a espuma de proteção, que estava lhe servindo de esqui…



Relógio-Bomba (1999)

Um grupo de terroristas palestinos planejava um atentado com carros-bomba em duas cidades israelenses. Estavam tão tensos que se esqueceram que uma das cidades havia acabado de entrar no horário de verão. Um dos carros explodiu uma hora antes do previsto, matando 3 terroristas em pleno trabalho.

Roleta-portuguesa (2000)

Roleta-russa já não é das 1 000 brincadeiras mais seguras e inteligentes que existem. Imagine, então, se a pistola for semi-automática, daquelas que sempre colocam a bala na agulha. Pois é, Rashaad, um americano de 19 anos, esqueceu desse detalhe, mas ganhou menção honrosa no Darwin Awards de 2000.

Neurônios em curto (2001)

O americano Ismael, 25 anos, dirigia uma caminhonete quando perdeu o controle do carro e bateu em um poste de luz, derrubando fios de alta voltagem. Ele saiu ileso, mas foi encontrado eletrocutado com uma tesoura na mão. Sim, ele tentou livrar a porta do carona cortando a fiação de “apenas” 7500 volts.

Assobia ou chupa cana (2002)

Gerald ia ser parado pela polícia por dirigir perigosamente. Lembrando-se que o carro era roubado, resolveu abandonar o veículo e fugir a pé. Mais: tentou dispersar os oficiais atirando para trás com sua pistola 9 mm. Sem qualquer habilidade para correr e atirar ao mesmo tempo, o bandido conseguiu acertar a própria cabeça.

 Com emoção (2003)

Ansiosa para andar em uma das montanhas-russas mais temidas do mundo, em Indiana, nos EUA, Tamar, 32, quis dar mais emoção à corrida. Ao chegar ao ponto mais alto, a moça, pós-graduada em Harvard, soltou os cintos e se levantou. O trem continuou seu percurso. Sem Tamar, que foi direto para o chão.

Cabeça quente (2004)

A cena: um homem atravessado na janela de seu apartamento com o rosto dentro da pia, cheia de água quente. A conclusão: ele voltou bêbado de uma noitada e decidiu entrar em casa pela janela mesmo. Ficou preso e, na tentativa de se soltar, acabou abrindo a torneira. Morreu afogado e com as chaves de casa no bolso.

Ideia explosiva (2005)

Para facilitar sua vida, o croata Marko bolou um sofisticado limpador de chaminés: uma vassoura alongada com uma corrente. Só faltava algo pesado para acoplar ao invento e fazê-lo descer sem erro. Encontrou o objeto perfeito, só não sacou que era uma granada. Durante a solda, a bomba explodiu. A chaminé continuou intacta.

À prova de cérebro (2006)

Um homem de 33 anos foi encontrado morto na entrada de casa, no Reino Unido, com ferimentos de faca no peito. A polícia suspeitava de assassinato, quando sua esposa confessou ter ouvido o marido se questionar se a sua nova jaqueta seria à prova de facas. Fez o teste e constatou que não era.

Pinga marvada (2007)

Michael era um alcoólatra, mas tinha uma doença bucal que o impedia de beber. Então, resolveu tomar por outro orifício – sim, existe um aparato bolado para introduzir líquido no intestino através do ânus. Só que Michael encheu a bolsinha com mais bebida do que aguentava. Adivinha? Morreu de overdose.

Créditos: ahduvido

~Carol

2 comentários:

  1. Li uma ou duas dessas na Mundo Estranho :3

    ResponderExcluir
  2. Um oferecimento: Mil Formas de Morrer!!! auheauhauheuehuehahe, cada uma!

    ResponderExcluir