quarta-feira, 26 de março de 2014

Homem-Mariposa

Descrito como um ser com mais de 2 metros de altura, com grandes olhos vermelhos e brilhantes e um par de asas enormes, o Homem-Mariposa ganhou fama depois de ser avistado nos EUA ao final da década de 50 e ao longo da década de 60. Os relatos mais conhecidos são de aparições nas cidades de Point Pleasant e Charleston, em West Virgínia, e mais de 100 pessoas teriam tido encontros com a criatura.


Encontros
 
Um ocorreu quando um grupo de coveiros viu uma figura humana voar sobre suas cabeças em um cemitério da região. Outro encontro notório foi o descrito por dois casais de jovens que disseram ter visto a criatura e, apavorados, fugiram de carro em alta velocidade. Segundo os testemunhos dados às autoridades, os quatro foram seguidos pelo monstro até as imediações de Point Pleasant, sendo que a criatura acompanhou o carro voando a mais de 150 km/h.

Também existe o relato de um homem de Charleston que ligou para a polícia insistindo que havia um homem alado — com a mesma descrição dada pelas demais testemunhas — sentado no telhado de sua casa. Além desses, outros inúmeros encontros foram registrados, muitos envolvendo pessoas que teriam sido perseguidas enquanto dirigiam por alguma estrada e até mesmo quando se encontravam a pé. Desaparecimentos de animais também eram comuns.


Desastres
Na época, as autoridades começaram a receber queixas vindas de várias localidades, e muitas vezes as aparições eram acompanhadas de outros eventos estranhos, como o suposto avistamento de OVNIs e a presença de “homens de preto” pela área. Além disso, as visitas do Homem-Mariposa passaram a ser relacionadas com o anúncio de catástrofes. A mais popular foi a queda da ponte que ligava Point Pleasant a Ohio e causou a morte de 46 pessoas.

Na noite do acidente, habitantes da região contaram terem visto luzes estranhas sobre a cidade de Point Pleasant, e parece que o Homem-Mariposa também visitou outros locais nos quais ocorreram tragédias. Dizem que a criatura foi vista em Nova York no século 19, assim como na China em 1926, quando uma enorme represa foi destruída. Além disso, o monstro teria sido flagrado novamente rondando a área de Chernobyl antes do desastre nuclear.


Explicações
De acordo com diversas fontes, o Homem-Mariposa ocupava uma fábrica abandonada próximo a Point Pleasant, e foi nessa área que as aparições foram mais frequentes. Algumas das testemunhas ainda estão vivas e mantêm seus relatos sobre os encontros, embora muitas teorias tenham surgido para desmistificar a existência da criatura. Entre as mais disparatadas, está a explicação de que o Homem-Mariposa seria um anjo da morte ou uma ave mutante.

Evidentemente, como as aparições muitas vezes eram acompanhadas por avistamentos de luzes estranhas e homens de preto, também existe a teoria de que o Homem-Mariposa fosse um alienígena e até um OVNI. Além disso, outras hipóteses eram as de que o monstro não passava de uma enorme coruja, um espécime dos lendários Thunderbirds — pássaros gigantes capazes de capturar pessoas —, um caso de histeria coletiva ou ainda uma farsa bem elaborada.

Existe uma enorme estátua de aço em sua homenagem na cidade de Point Pleasant e até um museu exclusivo dedicado à criatura.

Créditos: megacurioso

Há um filme que relata esse assunto, A última profecia, onde John Klein (Richard Gere), um jornalista que perde sua esposa Mary (Debra Messing) em um acidente. Momentos antes, ela teria tido estranhas visões que a fizeram sair da avenida por onde passavam e bater o carro. Viúvo, Klein tenta levar uma vida normal. Mas em uma viagem a trabalho, ele percorre com seu carro 650 quilômetros em apenas uma hora e chega em Point Pleasant. Lá ele conhece a policial Connie Parker (Laura Linney) e o perturbado Gordon Smallwood (Will Patton), que como Mary também vê coisas difíceis de acreditar. Uma série de fatos sobrenaturais anuncia que catástrofes sem precedentes vão acontecer. Muitas pessoas podem morrer. A contagem regressiva já começou.
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário