sábado, 25 de janeiro de 2014

O Espelho e o Bebê

  Eu estava passeando na casa do meu namorado, segurando seu sobrinho, que tinha apenas alguns meses de idade. Eu olhava para suas bochechas rechonchudas.
  Ele é tão fofo! Eu pensei.
Enfim, eu era apenas uma adolescente entediada, andando pela casa.
  Talvez eu pudesse ir à feira este ano... Pensei, mas mudei de ideia. A feira era muito cara para apenas um pouco de entretenimento. Ridículo, na minha opinião.
  Eu fui para o quarto onde o sobrinho do meu namorado estava dormindo e coloquei ele no berço.





  Dorme nenê, que a cuca vem pegar... Eu murmurei, com a esperança de convencer a criança a dormir.
  Mamãe foi à roça, papai foi trabalhar...  Continuei cantando até o pequeno cair no sono, e fechei a porta silenciosamente.
  Andei pelo corredor até a cozinha, onde havia um pequeno espelho em cima do fogão. Porque havia um espelho colocado exatamente naquele ponto, eu não sei. Talvez a mãe de Brandon gostasse de saber como estava sua aparência o tempo todo.
  Eu olhei no espelho. Droga! Pensei. Olha o tamanho dessa espinha! Eu continuei olhando para o meu rosto, procurando por quaisquer outras falhas possíveis.
  Ele estava me observando. Eu vi seu cabelo castanho claro e sua barba por fazer. Estava se aproximando. No entanto, não me movi. Achei que ele fosse como uma abelha: que me deixaria em paz se eu não me mexesse.
  "Olá, Jamie."
Dominada pelo medo, não respondi.
  "Por que você não fala comigo, Jamie?" Ele perguntou, suas palavras me dando arrepios na espinha.
  "Você não quer falar comigo, Jamie?"
  "Você não quer viver, Jamie?"
Eu não respondi.
  "Você quer morrer, Jamie?"
Eu neguei, sem saber porque. Ele começou a se aproximar de mim e então, desapareceu. Ele se foi, e eu não tinha provas da existência desse homem sinistro.
  Foi quando notei ele. O bebê estava fora do quarto, a apenas 15 metros atrás de mim, com um enorme sorriso no rosto,e uma faca enfiada entre seus olhos.

Traduzido de: A Mirror and a Nursery
~Rebian

2 comentários:

  1. POTA KA PAREU!!! Arrepiei até os pelos do dedão do pé! (sqn)
    Bem legal.

    ResponderExcluir