quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

De novo, por favor

  Eu atravessei a janela, pedaços de vidro se alojaram em minhas costas.
  Eu bati no chão com um grande estrondo. Sangue começou a esguichar das feridas em minhas costas. A coisa que me jogou contra a janela estava vindo atrás de mim. Ele me levantou com facilidade e me atirou para o outro lado da sala. Após o impacto com a parede, eu caí no chão inconsciente.


  Eu acordei numa piscina de sangue. Olhei em volta, para a destruição causada pela coisa. Havia vidro espalhado pelo chão. A parede atrás de mim estava quebrada. A porta que dava para o prédio tinha sido arrancada das dobradiças.
  Eu tentei levantar, mas caí dolorosamente. Eu fiquei ali por um tempo, sem querer me mover, com medo de me machucar. Depois do que pareceram anos, eu encontrei coragem para me arrastar pelo chão. Eu ia deixando uma trilha de sangue conforme me dirigia lentamente à porta. Eu saí do edifício, para a ofuscante luz do dia. Eu olhei para a rua para ver o meu carro, uma ruína em chamas. Examinei a área para ter certeza de que a coisa tinha ido embora.
  Não tinha.
  Ele me viu deixando o edifício, e começou a correr em minha direção. Eu fechei meus olhos, aceitando meu destino. Eu esperei pelo fim, mas ele não veio. Eu abri meus olhos, só para ver aquela coisa parada ali, com o braço esquerdo estendido, como se esperasse um aperto de mãos. Eu estendi a minha mão e a agarrei, e ele me ajudou a levantar. Eu senti essa força estranha subindo pelo meu corpo, e quando finalmente me levantei, eu estava completamente curado de todas as minhas feridas. Me virei para ver o meu carro, parecendo novo em folha. O exterior do edifício estava como se nada houvesse acontecido, a porta estava intacta e a janela estava consertada.
  Eu me virei para a coisa, e ele me levantou do chão. Ele me atirou contra o edifício.
  Eu atravessei a janela, pedaços de vidro se alojaram em minhas costas.


Traduzido de: http://creepypasta.wikia.com/wiki/Again,_Please

~Rebian

Um comentário: