sexta-feira, 18 de outubro de 2013

O Diário de Mr. Welldone

Desculpa ter ficado dois dias sem postar, mas hoje tudo volta ao normal \o/

Olá.

Eu sou o Sr. Welldone.

Eu assisti a foda entre seus pais que te gerou a vida e eu gritei de horror.

Eu te vi nascer como um parasita, sem pelos e engasgos, isso me fez cerrar meus dentes de ódio, cerrando outras vezes e de novo e de novo e de novo e de novo até que eles ficassem alinhados na minha boca.

Eu vou vê-lo se desgastar e envelhecer, verei você sentir suas costas mais pesadas e seu corpo mais fraco, eu acharei isso engraçado e rirei, risos e mais risos. Vou ver o seu cadáver dissecado cheio de produtos químicos superficiais, enterrado na sujeira para alimentar os seres do submundo que vivem embaixo da terra, porque também é pra la que você está indo.

É para o inferno que você está indo.

Eu sei os segredos desta terra, na verdade, já sabia todos os segredos antes dela existir. Eu vou trazer o fim, e você não pode me parar.

Você escuta esses contos e você não sabe que a cada você ouvi, cada vez que você compartilhar, cada vez que algém recontar, cada vez que mais alguém souber da minha existência, você acelera o processo de destruição do seu mundo.

Por que existem outros como eu que verificam esses contos. Eles estão te procurando agora. Quando minha história é contada alguns fatos podem ser falsos ... mas alguns serão no mínimo angustiantes. Outros deixarão cicatrizes para o resto de seus dias. Outros serão reescritos com o sangue de sua carne.

E sua carne será usada para construir mais, e mais, e mais contos. Aumentando cada dia mais a lista de curiosos que querem saber sobre mim.

E eu vou sorrir, com meus dentes cerrados firmemente, firmemente, firmemente até ouvir um pequeno estalo em minha boca. Meus olhos não piscam; vendo tudo cair do lugar; olhos grandes e vazios; que se enchem de lágrimas e murcham saborosamente, prolongando minha agonia.

Até que estou animado. Estou muito animado.

Porque mesmo depois do que eu disse, você ainda continua ouvindo este conto. A parte mais doentia de sua mente é que ela adora ouvir esses sussurros, fazendo com que você escute o verdadeiro horror, a dor, o sangue, a morte. Você tambem quer sentir. Você quer ver o que está escondido no escuro, o que esta além da visão, olfato, paladar, audição e tato.

Continue.

Continue a ouvir.

Eu vou te contar coisas tão maravilhosas.

  No escuro Olá.

Não é o que você não pode ver no escuro que você teme.

Parece que a maioria têm-se confortado com essa afirmação banal: "as pessoas temem o desconhecido." A humanidade encontra um conforto estranho nesta declaração. Se as pessoas, de fato, temem o desconhecido, esta afirmação seria semelhante a você fechar os olhos nesse exato momento, vamos, feche seus olhos, mesmo que vc esteja com medo e ainda esteja de olhos abertos me responda, você teme este espirito que esta ao seu lado?

Não, não é o que você não pode ver no escuro que você tem medo.

Mas é o que você vai ver se você olhar por um longo tempo para ele. Você vai ver que o que esta na escuridão são os mesmos que estão na claridade, os espíritos e criaturas estão o tempo todo te cercando, mas é sempre no escuro que eles ficam mais fáceis de serem vistos através do seu subconsciente Não é? Não éééé?

Sim, vocês temem o escuro por uma razão.

Mas o motivo não é o que você pensa que seja.  

A imprudência dos ignorantes Olá.

Muitos dos seus colegas, são destacados por serem mais inteligentes, ou pelo menos se acham inteligentes, mas todos, todos até você não tão inteligente quiseram presenciar algum evento "sobrenatural". Que termo repugnante e paradoxo que vocês aplicam na palavra "sobrenatural". Como algo pode ser “Sobrenatural” se esses eventos acontecem a todo tempo.

Não esta certo.

Muitas dessas almas "ignorantes", que partiram em busca das emoções noturna do desconhecido descobriram que existe um pouco a temer, apesar do suor frio que sentiram optaram por simplesmente chamar de "sobrenatural" a percepção de vidas além da morte.

Que tolos.

De fato, as próprias forças estão em excesso, como uma pessoa pode achar que ele ou ela nunca verão nada além do mundano. São aqueles que abraçam o medo que encontram provas muito mais surpreendente de entidades terrenas e energias além da nossa compreensão atual.

O medo é mais do que um aviso biológico para o perigo iminente, é um sentimento, um pouco diferente do que os cinco sentidos que a maioria das pessoas estão familiarizada. Para ignorar o seu medo basta ignorar os segredos que estão além da sua compreensão atual.

Darei um pequeno e racional conselho aos que desejam confirmar a existência do "sobrenatural":

“Assuma que você tem medo.

Acenda uma fraca fonte de luz no meio do escuro.”

Você vai ver essas coisas maravilhosas.  

As Sombras Olá.

De todas as coisas mais maravilhosas para ser visto no mundo, a melhor delas encontra-se na periferia do mundo, o superficial, o material, o valor, miserável, horrível , detestável, desprezível, repugnante, da qual a realidade humana sem espirito se apega.

Perdoe-me.

Mas, ainda ha brilho no canto dos olhos dos que vivem meio ao lixo. Aquelas pobres almas esquecidas pela humanidade que para a sorte deles nunca conseguirão um espaço nessa sociedade assombrosa que você vive, seu meio social me causa um medo vago, meus olhos desejam se fechar ao sentir as luzes sendos apagadas na noite, sem o menor desejo de abri-los novamente ao menos que a luz reconfortante da manhã dissipa as possibilidades da escuridão.

Que desperdício. Que ridículo.

Abra seus olhos e use os recursos deste órgão maravilhoso fantástico que lhe permite a visão. Mantenha eles sempre abertos quando for ao banheiro esta noite, Eu sugiro que você preste atenção ao negro e frio dos corredores que te esperam do outro lado da porta. Olhe atentamente para que você possa ver, fora de lugar com o silêncio característico da noite, rapidamente passando para destinos desconhecidos.

Por nada o desafie

Nada. Nada. Nada.

Algumas coisas estão para ser vistas e não para interagir de outras maneiras.

Pois eles acreditam que ainda não podem ser vistos, eles estão te invejando a capacidade que você tem de viver.

Oh, sim. Só viver.

Siga a risco.

Olhe, mas não toque. Ou fale. Ou saboreie.

Só então, talvez, você vai ouvi-lo. Fracamente na primeira ocasião, mas as próximas ocasiões será impossível de ignorar. Mesmo com o vento forte, tudo fica muito claro para eles, olhando de lado para você a partir dos cantos de seus refúgios mais seguros, mais sagrados, você sabe que esta lá, mas não sabem quem esta lá.

Se contenta-se em apenas observar.

Isso contenta-se.

Esse contentamento é a única barreira contra a sua depredação.

Se você puder fazer isso, se puder suportar as tentações da escuridão e ter controle de si mesmo essencialmente, Talvez então você estará preparado.

Preparado para mais.

Muito mais.  

Coisas Que Você Vai Ver Olá.

Contos sobre criaturas estranhas, ocorrências e avistamentos persistem desde os primeiros dias da humanidade até hoje. Para descartá-las e deixa-los de lado é loucura, há quem acredita cegamente.

Mas para aqueles que procuram no escuro, verão horrores que vai quebrará a sua mente humana. Se é que ha uma mente para ser destruída.

Houve uma época em que o homem percebeu o seu lugar no universo. Mas as coisas mudam. Sempre mudam. Estão sempre mudando. No entanto, mesmo na história recente houve aqueles que entenderam. No entanto, muitos se preocupam tanto em saber de onde realmente veio a vida ao invés de apenas vive-la, acreditam que a vida é para sempre.

Que desperdício. Desperdício. Desperdício.

A maioria não entende, nem nunca vai entender. Não é apenas o medo e a negação cega. Mesmo quando descobrirem a verdadeira origem a mente humana deles novamente irão se fechar desesperadamente tentando encontrar alguma explicação irracional para manter a "sanidade".

Sanidade. Outro termo repugnante criado e adotado para uma sociedade fútil.

Somente aqueles ousados o suficiente para procurar no escuro, sem visão e sem qualquer sentido, vai saber as antigas "verdades".

Você vai ver, e você vai entender o seu lugar. Você vai experimentar sentimentos tão poderosos e variados que você não será capaz de atribuir palavras para descrever a experiência.

E então tudo vai terminar.  

Entretenimento para o final Olá.

É possível algo ser simultaneamente divertido e enjoativo?

Aparentem

ente sim. A humanidade me enoja por seu disputas constante por pequenos pedaços de papeis de diferentes números e valores, os conflitos hierárquicos de poder que só existe na imaginação das pessoas envolvidas eo uso inútil de suas vidas, a fim de sustentar ---- nada além de um nível insignificante de conforto.

Estou enojado.

E, ainda assim, eu também estou entretido. É como ouvir alguma piada cruel se desdobrar. Me Sento, à espera de algum humano descobrir sozinho os poderes que eles tem mas que ainda são desconhecidos pra vocês, mas tão poucos estão dispostos olhar para o escuro para descobrir. Tão cheio de si mesmos, parecem certeza de que você já conhece o funcionamento do universo.

Vocês não precisam de mim para ver seu mundo ser destruído, vocês já fazem isso por mim.

Eu não posso esperar.

Eu não posso esperar para ver sua cara após descobrir que o que todos procuravam, todos os segredos da origem da vida, estavam bem diante dos seus olhos

Eu não posso esperar para ver todo o fim.

Eu não posso esperar para vê-lo gritar e sofrer.

Um magnífico som de carne sendo despojado dos seus ossos, que serão usados para os caprichos da destruição mais horrível da parte consciente do universo e de teu testemunho.

Será um maravilhoso sabor de vingança por ter sido submetido a sua monotonia.

No entanto, eu ainda desejo ter seus olhos para poder ver todos os cosmos que vagam pelo mundo.

Mas eu também anseio para arrancar seus órgãos a partir de suas posições de funcionamento seguro. simplesmente para saborear a expressão de dor e terror em seus rostos.

Eu me pergunto se sempre se vocês serão sempre dessa forma.

Eu me pergunto o que vou fazer quando vocês descobrirem a verdade.

Eu não posso esperar. 

Créditos: Wiki Creepypasta Brasil  post original: MedoB

Nenhum comentário:

Postar um comentário