terça-feira, 29 de outubro de 2013

An American Crime

1965. Sylvia (Ellen Page) e Jennie Likens (Hayley McFarland) são irmãs deixadas na casa de Gertrude Baniszweski (Catherine Keener) por uma longa temporada, já que seus pais trabalham em um circo. Gertrude é uma mãe solteira com 6 crianças e que, devido a dificuldades financeiras, aceita cuidar das garotas. Só que ela não esperava o quanto a presença delas afetaria sua natureza instável.

O post de ontem do blog foi sobre os terríveis fatos que ocorreram em 65 nos Estados Unidos, clique aqui para ver.

Logo no inicio da postagem dizia que essa história deu origem a um filme chamado " Um Crime Americano" e como eu amo filmes baixei para entender melhor a história.
O filme não foge nenhum pouco da história real, quando você lê o que aconteceu com Sylvia já se sente mal e pensa como uma pessoa (nesse caso várias) é capaz de fazer isso com uma adolescente, mas quando você assisti ao filme fica ainda mais impressionado e não acredita que alguém é capaz de fazer tudo aquilo que ocorre no filme.

O filme é de deixar os cabelos em pé, a naturalidade com que abusam e maltratam Sylvia é de assustar, e o que mais me assustou foi a calma que John ( o filho mais novo de Gertrude) praticava os atos contra a podre Sylvia. Ele deveria ter no máximo 10 anos mas agia como um "profissional" quando o assunto era violentar Sylvia.

E se nós pararmos para pensar, qual foi o motivo para isso ter ocorrido? Tudo na verdade foram mentiras criadas por Paula ( uma das filhas de Gertrude) porque Sylvia estava apenas tentando ajuda-la.

90% disso ter ocorrido foi por causa dos pais, quem deixaria seu filho morar com uma pessoa que mal conhece?

Bom descobri também que esse assassinato não gerou só esse filme mas também livros e ensaios:

- A Feminista Kate Millett escreveu uma história semi-ficcional sobre o incidente, The Basement: Meditations on a Human Sacrifice. Millett afirmou em um entrevista que o assassinato de Sylvia Likens "é a história da repressão feminina. Gertrude parece querer administrar uma justiça terrível verossímil na garota: isso é que é ser uma mulher."

- O autor Natty Bumppo escreveu um ensaio sobre o assassinato, The Indiana Torture Slaying.

- O livro de Jack Ketchum The Girl Next Door é uma história fictícia baseada no assassinato, e um filme baseado no livro foi lançado em 2007, com Blythe Auffarth no papel principal.

- O livro de Patte Wheat, By Sanction of the Victim é um história ficcional baseada no incidente.

 -Um peça chamada Hey, Rube, escrita por Janet McReynolds, foi produzida, mas nunca foi publicada.

- O livro Let's Go Play at the Adams' é baseado no assassinato.

                                                                 (Sylvia Likens - 1965)
                                                            (Jenny Likens - Irmã de Sylvia)
                                                                 (Gertrude Baniszewski)
                                                           (Gertrude e John Baniszewski)
                                                                  (Paula Baniszewski)

                                           (Corpo de Sylvia sendo levado e podemos observar seu pai ao fundo,perto da escada, chorando)


                            ( "Eu sou uma prostituta e tenho orgulho disso" frase escrita na barriga de Sylva)
Créditos as fotos pasdemasque

Nenhum comentário:

Postar um comentário