sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Eyeless Jack

Olá, meu nome é Mitch. Eu estou aqui para dizer a vocês sobre uma experiência que tive. Eu não sei se foi paranormal ou o que as pessoas estúpidas dizem descrever fenômenos sobrenaturais, mas depois que a coisa me visitou, eu acredito em tudo paranormal, agora.



Eu estava indo morar com meu irmão, Edwin. Depois de sair de minha casa, eu terminei de arrumar a bagagem. Edwin gostou da idéia de eu me mudar, por que não tinha o visto depois de 10 anos, então eu estava animado, também. Eu logo adormeci depois que eu entri na casa. Depois que uma semana, ouvi barulhos vindo de fora, era cerca de uma hora da manhã. Eu pensei que era um guaxinim, então eu o ignorei e tenti adormecer. Na manhã seguinte, eu falei com Edwin sobre isso, e ele concordou. Na noite seguinte, no entanto, eu pensei que eu ouvi minha janela abrindo e um estrondo, como se alguma coisa tivesse entrado no meu quarto. Me levantei e olhei em volta do meu quarto, mas eu não vi nada. Na manhã seguinte, Edwin largou a xícara de café quando ele me viu. Ele ergueu um espelho perto e eu me vi. Eu tinha um corte grande na minha bochecha esquerda. Depois que eu fui levado para o hospital, meu médico me disse que eu devo ser sonambulo, mas então ele me mostrou algo que fez o meu sangue esfriar. Ele levantou minha camisa para mostrar um corte onde meus rins estavam. Meus se olhos arregalaram. "Você de alguma forma perdeu seu rim esquerdo na noite passada. Nós não sabemos como. Desculpe, Mitch." meu médico me disse. A noite seguinte foi pior. Era cerca de meia-noite, quandp eu acordei para ver uma visão verdadeiramente horrível. Eu estava cara a cara com uma criatura usando um capuz preto e máscara azul escura, sem nariz ou boca, olhando para mim. O que me assustou mais foi que não tinha olhos. Apenas vazias, órbitas negras. A criatura também tinha alguma substância negra pingando de seus olhos. Peguei a câmera e tirei uma foto. Após eu ver a imagem, a criatura pulou em mim e tentou abrir meu peito com suas garras para chegar aos meus pulmões. Eu o parei chutando-o no rosto. Como eu corri para fora do meu quarto, peguei minha carteira. Eu precisaria do dinheiro. Eu corri para fora da casa do meu irmão naquela a noite. Eu finalmente acabei na floresta perto da casa de Edwin e tropeçei em uma pedra.

Eu caí inconsciente e acordei no hospital. O meu médico entrou no quarto. O mesmo que me tratou antes. "Eu tenho uma boa notícia e uma má notícia, Mitch." meu médico começou. "A boa notícia é que você teve ferimentos leves, e seus pais vão buscá-lo." Eu suspirei de alívio. "A má notícia é que seu irmão foi morto por alguma ... coisa. Sinto muito."

Meus pais me levaram de volta para a casa de Edwin para recolher os meus pertences restantes. Ao entrar no meu quarto, eu estava com medo, mas mantive a calma. Peguei minha câmera então parei. No corredor que leva para o meu quarto, eu vi o corpo de Edwin e algo pequeno deitado ao lado dele. Eu peguei a coisa pequena e entrei o carro do meu pai, não mencionando cadáver de Edwin. Olhei para a coisa que eu tinha pego e quase vomitei. Eu estava segurando meu rim roubado, meio comido, com alguma substância negra sobre ele.



Créditos: Wiki Creepypasta Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário