quarta-feira, 22 de maio de 2013

Episódio Perdido de Hey Arnold

Hoje vou começar a postar os "episódios perdidos" de desenhos e séries, pretendo postar um por semana, todas as quartas e o escolhido de hoje foi do desenho " Hey Arnold " Que acredito que muito de vocês já assistiram, vamos lá?

" Eu não me lembro onde eu vi essa historia, eu acho que foi em uma creepypasta da Alemanha. Vi a uns dois meses, e fiquei tão apavorada que, apaguei o endereço do site do histórico. Mas tudo o que eu li esta na minha cabeça, e resolvi escrever aqui porque ninguém me escuta em casa, e já não posso mais dormir.

Sou muito solitária, e desde que ganhei um notebook da minha tia, ando fazendo varias buscas no google. Foi quando me deparei com uma busca que tinha escrito "Hey Arnold episódio perdido", fiquei curiosa pois eu era muito fã de Hey Arnold (era, depois disso nunca mais tive coragem de assistir de novo).

No texto dizia que, o Craing Bartlett revoltado pela decisão da Nickelodeon em terminar a serie apenas com "Hey Arnold o filme", decidiu junto com outros dois desenhistas fazer um episódio pra definitivamente "acabar" com o desenho. Não tem abertura, simplesmente aparece o nome hey Arnold de branco com um laço rosa sujo de sangue em um fundo negro. Começa com Helga trancada no seu closet, escrevendo em seu diário, o lugar tinha velas vermelhas e a velha estátua de Arnold, e praticamente não se ouvia nada. Depois de três minutos Helga sai do closet, e se percebe que esta de noite, talvez bem tarde da noite porque não havia ninguém na rua, ela estava indo pra casa de Arnold.

Ela carregava uma mochila nas costas, enquanto subia silenciosamente as escadas de incêndio. Helga entrou pela janela aberta admirando Arnold que estava dormindo, ela cuidadosamente abriu a mochila, e tirou um pedaço de pano e molhou com um liquido transparente, e colocou sobre o nariz de Arnold, fazendo-o desmaiar.

A cena corta e volta para o closet de Helga, onde Arnold acorda todo amarrado e com uma fita adesiva na boca, e Helga estava degolando uma galinha, Arnold via aterrorizado enquanto Helga escrevia com sangue alguma coisa no caderno. Depois Helga se levantou do chão e foi em direção a Arnold, com as mãos cheias de sangue passava no cabelo de Arnold lhe acariciando e tirando a fita da boca dele, enquanto ele estava apavorado.

O áudio era muito ruim, não dava para ouvir muita coisa, só coisas que pareciam ser Helga implorando pelo o amor Arnold, e ele pedindo para deixar ele ir que não contaria nada a ninguém. O mão de Helga porém foi bem audível, assim como o tapa que ela deu no rosto de Arnold que o fez sangrar o nariz.

Helga se sentou no chão na frente a Arnold apoiando suas mãos no colo dele, enquanto falava de seu amor escondido desde criança. Ficou assim por uns dois minutos, não dava para ouvir, mais a expressão de horror e medo de Arnold era aparente.

Quando ela terminou de falar, Arnold disse apenas "não". Com essa resposta, Helga se levantou e pegou um estilete, Arnold pediu para Helga não o matar, mas isso a fez lhe dar agora um soco no estômago. Tampou novamente sua boca, dessa vez com uma meia, e começou a cortar o braço de Arnold, o que parecia ser o seu nome. Nesta hora só se ouvia os gritos de dor abafados de Arnold, e via Helga passando a mão no braço dele e lambendo o sangue, falando alguma coisa como "você escolheu isso", "isso nunca terá fim", "nunca te deixarei", "não se afaste de mim".

Depois dessa cena horrível, vemos a garota sentada no chão com a cabeça no colo de Arnold, dormindo com o seu medalhão na mão, e Arnold chorando de dor. Arnold percebe que o estilete esta numa mesa perto dele, então com cuidado para não acordá-la ele tenta pegar o estilete, e assim que consegue corta as cordas dos braços e das pernas.

Helga acorda e ao ver Arnold livre. Ela corre em sua direção, mas antes dela conseguir lhe dar um soco, Arnold da um golpe com estilete na barriga de Helga. A partir dai tem uma confusão de imagens sons e palavras distorcidas, e isso só acaba, quando Helga toda suja de sangue é empurrada por Arnold, e cai em cima da cadeira.

Essa é a cena mais perturbadora, Arnold com o medalhão da vários golpes na cabeça de Helga, até fazer um buraco que jorrava muito sangue.

Depois de ter certeza de que Helga esta mesmo morta, ele se abaixa e coloca o medalhão nas mãos dela, e a beija no rosto, dizendo "não era pra terminar assim, mas não nos deram escolha". Depois que ele sai do closet da pra ver pela janela que já é de manhã, ele se lava no banheiro da casa de Helga e sai pelos fundos, e fica uns dois minutos com a tela preta.

A cena volta para Phoebe com as mãos no rosto, com a expressão que combina nojo, medo, terror, e tristeza. Ela  vê o closet todo revirado, sujo de sangue por todos os lados, e Helga caída com um buraco na cabeça. Ela se aproxima da amiga, e percebe assustada que Helga apertava forte o medalhão  e que apesar de estar morta fazia horas, escorria de seus olhos uma lágrima.

Ninguém sabe onde está a fita com esse episódio, mas provavelmente deve estar nos "arquivos perdidos da Nickelodeon". Enquanto Craing Bartlett e os outros dois desenhistas, foram demitidos da Nickelodeon.

Depois desse dia, toda noite eu acordo com um grito agudo, me dizendo que não era para terminar assim. Não sei mais o que eu posso fazer, me ajudem. "


Retirada do site Sobrenatural

5 comentários:

  1. Como leitor do seu blog, fico muito chateado quando as pessoas copiam coisas que você escreve e dizem que são delas. http://cabinedoshorrores.tumblr.com/post/87430768354/o-lado-obscuro-de-hey-arnold

    ResponderExcluir
  2. sua historia é ridicula e mesmo que fosse verdadeira nao é o suficiente pra deixar de gostar de arnold. boa sorte no seu medim.

    ResponderExcluir
  3. Caramba, eu vi esse episódio. Ñ consigo dormir direito a quase uma semana. Ñ saio mais de casa, quando consigo tirar um cochilo tenho pesadelos terríveis. Minha mãe quer que eu visite uma psiquiatra, eu também acho que vai ser melhor, vou colocar as minhas últimas esperanças. Estou tão desesperado, se isso n ser certo só tenho uma única escolha, vou me suicidar.

    ResponderExcluir