quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Especial Halloween: Cabeça de Abóbora

Já passava das 23h do dia 30 de outubro, quase Halloween, noite de vento e sem nenhuma estrela no céu. Luke estava em seu quarto lendo notícias na internet, se depara com uma estranha notícia: " Cabeça de abóbora ataca novamente".- Soltou um riso baixo e se perguntou como alguém poderia ser atacado por uma pessoa com uma abóbora na cabeça.
Ao ficar em silêncio novamente escura fracas batidas na porta de seu quarto, levanta-se da cadeira, caminha até a porta e respira o mais devagar possível para não fazer barulho. Ao encostar o ouvido na porta, um estouro muito forte é ouvido e sem pensar abre a porta rapidamente, olha para fora e só o que consegue ver é uma fraca luz no fim do corredor, solta um suspiro de alivio mas fica com a sensação de que a alguém o observando, volta para o quarto e tranca a porta. Luke um pouco ainda assustado vai em direção a cama, mas algo chama a sua atenção, um papel branco em cima de seu teclado, demora pelo menos um minuto para tomar coragem de chegar até a mesma, pega o papel com a ponta dos dedos e lê: " Estou te observando ". Joga o papel na mesa e se senta na cama com as mãos no rosto, sente que a algo molhando e ao olhar para suas mãos vê que a um pouco de sangue, se da conta de que o bilhete foi escrito com sangue, irritado, acredita que foi mais alguma das brincadeiras dos seus irmão e vai se deitar sem dar importância.
Sentiu-se novo pela manhã, não dormia assim a alguns dias, mas ao abrir os olhos repara que aquele não é o seu quarto. Assustado tenta se levantar mais percebe que está preso e de cabeça para baixo, começa a chamar por socorro e escuta passos vindo em sua direção. - Acha isso engraçado também? - Disse uma voz atras de Luke. Era uma voz abafada, rouca e com muito ódio, isso fez Luke tremer de medo. - Responde - Gritou o homem o acertando com um pedaço de madeira na barriga. - Para, por favor - Sussurrava Luke implorando. O homem para em sua frente, era grande e forte e sim estava com uma abóbora na cabeça, se aproxima de Luke, e sem piedade, crava um pedaço de ferro na sua mão. Era uma dor insuportável. - Porque está fazendo isso? - Disse Luke chorando, mas suas perguntas não deram em nada, e o homem pegou uma tesoura se aproximou do rosto de Luke e cortou as suas pálpebras e o obrigou a come-las. O gosto era horrível, toda aquele sangue escorria por toda sua testa fazendo uma poça no chão. E o homem não parou por ai, cortou 3 dedos de cada mão e arrancou todas as unhas, tanto da mão quanto do pé. A dor era horrível, Luke chegou a um ponto que implorava para o homem mata-lo. - Eu não vou te matar, vou fazer você sofrer como eu sofri - . Essas foram as ultimas palavras que Luke ouviu, algumas horas depois enxerga tudo preto, tenta levantar a mão mais não consegue, escuta passos vindo em sua direção, mas para sua paz era sua mãe e tira o pano que cobria os seus olhos.
- Meu Deus filho, o que aconteceu?
- Abóbora-. Era a única coisa que Luke conseguia pronunciar.

O homem abóbora jamais foi encontrado, mas continua fazendo as suas vítimas sofrerem no Halloween, cuidado você pode ser o proximo do dia 31.     

Nenhum comentário:

Postar um comentário